Cachorro

Como cuidar de filhote de cachorro: Principais dicas

Cuidar de um filhote de cachorro é uma responsabilidade que requer atenção, amor e dedicação, mas também é uma jornada repleta de alegrias. Há uma série de preparativos necessários para receber um cãozinho e garantir que seu novo amiguinho cresça feliz, saudável e cheio de vida.

Para ajudar nessa missão, preparamos este guia, abordando desde a preparação de um ambiente seguro até a importância do treinamento e socialização. Vamos explorar juntos essas dicas para oferecer ao seu filhote o melhor começo de vida possível. Vamos lá!

Um lugar seguro para o filhote

Um ambiente seguro e confortável para o filhote precisa obrigatoriamente dessas 5 características:

  • Comida de qualidade e na hora certa

Quando os filhotes deixarem de tomar o leite materno, escolha uma ração de alta qualidade, adequada à idade e raça do filhote, e siga as recomendações do fabricante. Mantenha uma rotina com o horário também.

  • Água fresca e limpinha

Mantenha sempre um recipiente com água limpa e fresca à disposição do filhote.

  • Uma cama confortável

Ofereça ao filhote uma cama macia e acolhedora, onde ele possa descansar confortavelmente.

  • Protegendo o filhote do calor e do frio

O filhote não consegue regular muito bem a temperatura do corpo, ele precisa de um ambiente protegido das temperaturas extremas de calor e frio.

  • Espaço suficiente e limpo onde ele possa se exercitar

Permita que o filhote tenha espaço para se movimentar e brincar. Mantenha o ambiente limpo para evitar que o cão fique doente, e também um ambiente seguro, removendo objetos que possam representar riscos de segurança.

Como alimentar um filhote de cachorro

A alimentação é importante para o desenvolvimento saudável do filhote. O filhote precisa ser alimentado com leite materno nas primeiras semanas de vidas, pois esse leite possui nutrientes e ajuda a fortalecer o sistema imunológico do filhote.

Após o desmame, escolha uma ração específica para filhotes e siga as instruções de alimentação do fabricante. Alimente o filhote com pequenas porções várias vezes ao dia, de acordo com a idade e o tamanho.

É necessário levar o filhote ao veterinário?

filhote-de-cao
Foto de David Clarke na Unsplash

O veterinário é um importante aliado dos tutores. Durante as consultas, o veterinário elabora um protocolo de vacinação adequado para o filhote, escolhe os melhores métodos para prevenir vermes, pulgas e carrapatos, e acompanha a saúde do animal não apenas na infância, mas ao longo de toda a vida.

Além disso, o veterinário pode solicitar exames para avaliar a saúde do pet, realizar a aplicação de microchip, fornecer orientações sobre castração e esclarecer dúvidas dos tutores. Essa relação próxima com o veterinário não apenas ajuda a garantir o bem-estar e a saúde do animal de estimação, mas também proporciona aos tutores uma sensação de segurança adicional.

Pode dar banho em filhote de cachorro?

Os filhotes não precisam de banhos frequentes, a menos que estejam muito sujos ou tenham sido expostos a substâncias nocivas. Em casos assim, use produtos específicos para filhotes e evite banhos frequentes

Pode pegar filhote de cachorro no colo?

É importante manusear o filhote com cuidado e gentileza, especialmente durante os primeiros meses de vida. Segure-o com firmeza, mas sem apertar demais. Evite movimentos bruscos, especialmente quando ele estiver dormindo ou comendo.

Estímulo mental e físico dos filhotes

Forneça brinquedos ao filhote e faça atividades que o desafiem mentalmente. Também é importante que ele faça exercícios físicos de acordo com sua raça e idade, mas evite esforços exagerados que possam fazer mal ao desenvolvimento.

Socialização do filhote

cachorrinhos
Foto de Jametlene Reskp na Unsplash

A socialização é importante para que o filhote se torne um cão com comportamento equilibrado, que viva de forma harmoniosa e feliz com sua família. Para isso, o filhote precisa ser exposto a diferentes ambientes, pessoas e animais desde cedo, proporcionando experiências positivas e incentivando interações saudáveis.

Porém, antes de expor o filhote a novos ambientes e animais, é importante que ele já tenha terminado o protocolo de vacinas, para estar protegido contra doenças.

A importância do treinamento desde cedo

O treinamento é uma parte importante do cuidado com o filhote e deve ser feito com paciência, consistência e reforço positivo. Ele engloba desde ensinar comportamentos básicos, como fazer cocô e xixi no lugar certo, até o adestramento, que envolve aprender comandos mais avançados e corrigir comportamentos indesejados.

Com todas essas dicas, carinho e dedicação, com certeza você está fornecendo as melhores condições para que seu filhote cresça feliz, saudável e bem ajustado.

Elisa F Cruz

Escrever sobre animais é um hobbie e uma diversão. Sempre me intriga as perguntas que as pessoas têm sobre seus bichinhos de estimação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *