Cachorro

5 motivos para não deixar a ração do cachorro à vontade

Deixar a ração à vontade para cães, em um sistema conhecido como “comida livre” ou “comida à vontade”, é uma prática que muitos tutores de animais de estimação adotam, mas pode não ser a melhor escolha para a saúde e bem-estar dos pets.

Aqui estão cinco motivos pelos quais você deve considerar evitar essa prática:

1. Perda da qualidade da ração

Quando a ração é deixada à disposição do cachorro, ela fica exposta ao ambiente por longos períodos. Isso pode resultar na perda de qualidade da ração, afetando seu cheiro e sabor e diminuindo o interesse do animal pelo alimento. Além disso, a ração pode até mesmo fermentar no pote, podendo causar problemas de saúde para o pet.

2. Atrair pragas

Comida exposta atrai pragas. Insetos, como formigas, e roedores, como ratos, veem a ração como uma fonte de alimento fácil. Além disso, em alguns casos, a comida pode atrair pragas menos comuns, como sapos e pombos. Essas pragas podem transmitir doenças e causar outros problemas de saúde para o seu cão e para você.

3. Monotonia e falta de motivação

Cães têm uma história evolutiva como caçadores, onde eles gastavam horas procurando por suas presas, para depois serem recompensados com a alimentação.

Dessa forma, deixar comida à vontade pode resultar em uma rotina monótona e entediante para os cães, pois a comida está sempre no ambiente, ainda que ele não realize qualquer tipo de atividade.

Por isso, comer se torna uma atividade passiva, sem a necessidade de buscar o alimento. Isso pode levar ao consumo excessivo de alimento, o que, aliado ao baixo nível de atividade, pode contribuir para o ganho de peso e a obesidade nos animais.

4. Risco de obesidade e suas consequências

E por falar em obesidade, um dos maiores riscos de deixar a ração à vontade é o desenvolvimento da obesidade em cães. Quando os cães têm acesso constante à comida, eles podem comer ao longo do dia, o que pode levar a um consumo excessivo de calorias. A obesidade em cães está associada a uma série de problemas de saúde, incluindo diabetes, doenças cardíacas e problemas articulares. Todos esses problemas podem afetar a qualidade de vida do pet, e até mesmo tornar difícil a realização de tarefas comuns, como a simples movimentação do animal pelo ambiente.

5. Dificuldade no treinamento

Se você deseja treinar seu cão, deixar a ração à vontade pode tornar esse processo um pouco mais difícil.

A ração, por ser um alimento comum e que está sempre disponível, pode perder seu valor como recompensa, tornando-a menos eficaz para o treinamento. Ou seja, o animal não tem disposição para receber a ração como recompensa, já que ela está disponível o tempo todo.

Por conta disso, é comum acabar recorrendo a petiscos e outras iscas mais interessantes e saborosas para o pet durante os treinamentos, petiscos esses que nem sempre são os alimentos mais saudáveis.

E qual a melhor forma de fornecer ração para os cães?

cachorro abocanhar raçao
Foto de Max Kleinen na Unsplash
  • Fracione

Para garantir que o momento da alimentação seja positivo para os pets, é possível fracionar a porção diária de ração em duas ou três vezes durante o dia. Assim, o cachorro recebe uma ração de boa qualidade e atrativa.

O importante é sempre seguir um padrão na hora de alimentar os pets, porque eles gostam de rotinas e aprendem a esperar por esse momento. Vale lembrar que o número de refeições diárias pode variar dependendo da idade e das necessidades específicas do seu cão. É sempre aconselhável consultar um veterinário para obter orientações precisas.

  • Enriquecimento ambiental

Outra possibilidade de tornar o momento da alimentação mais divertido é usar enriquecimento ambiental.

Mas como?

Isso pode ser feito usando um tapetinho de fuçar, escondendo os grãos de ração dentro do tapete, ou mesmo acrescentando a ração dentro de uma garrafa pet com furinhos. Em ambas as opções, o processo de alimentação do cachorro é mais lento, ele se distrai e se diverte, tornando-o mais dinâmico. Também existem potes de ração que possuem relevo no fundo; assim, a captura dos grãos de ração pelo cachorro se torna um pouco mais trabalhosa, fazendo com que ele leve mais tempo para comer e se divirta no processo.

Seguindo essas dicas, você pode tornar a alimentação do seu cão mais estimulante, envolvendo-o em atividades que lembram sua herança de caçador. Sem dúvida, as dicas ajudam a tornar a alimentação dos pets mais interessante, e também a manter o corpo e a mente dos animais mais ativa.

Leia também:

Elisa F Cruz

Escrever sobre animais é um hobbie e uma diversão. Sempre me intriga as perguntas que as pessoas têm sobre seus bichinhos de estimação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *