Gato

Adestramento de gatos: Possível e benéfico

É possível adestrar gatos? 

Os gatos são considerados animais semidomesticados, ao contrário dos cães, que são domesticados. A diferença principal é que os gatos são mais independentes, ou seja, conseguem sobreviver normalmente sem a interferência do homem. Já os cães, desenvolveram uma dependência mais forte dos humanos ao longo do tempo. Talvez por isso os cães sejam considerados como melhores amigos do homem, mas os gatos são muito inteligentes e, assim como os cães, podem ser adestrados.

O adestramento de cães é uma prática amplamente reconhecida, mas e quanto aos gatos, é possível adestra-los?

Embora o adestramento de gatos seja distinto do adestramento de cães devido às diferenças em suas naturezas e comportamentos, é possível ensinar comandos e modificar comportamentos indesejados de um gato utilizando técnicas específicas.

 Compreendendo o Comportamento dos Gatos

Antes de tudo, é importante compreender o comportamento dos felinos, que é muito diferente dos cães. Citando alguns comportamentos comum dos gatos, temos:

  • Os gatos dormem de 12 a 18 horas por dia, sendo mais ativos durante a noite.
  • São predadores naturais e gostam de caçar.
  • Preferem ambientes elevados para obter uma visão ampla do território.
  • Gostam de ter um local seguro para onde fugir e se esconder de possíveis ameaças
  • Apreciam carinho, mas não por longos períodos.

 

Por que Adestrar um Gato?

Assim como no adestramento de cães, o adestramento de gatos pode ser benéfico para diversas situações, entre elas:

  • Ensinar o uso adequado da caixa de areia.
  • Ensinar os gatos a não morderem durante interações.
  • Impedir que os gatos arranhem ou pulem em móveis.
  • Ensinar comandos específicos.
  • Habituar o gato a guias e coleiras.
  • Familiarizá-los com a caixa de transporte.
  • Aprender comandos e truques simples.

 

Métodos de Adestramento para Gatos

O reforço positivo é uma técnica eficaz para adestrar gatos, semelhante ao adestramento de cães. Envolve recompensar o gato com petiscos, elogios verbais ou carinho quando ele executa o comportamento desejado.

Uma ferramenta frequentemente utilizada no treinamento de gatos é o “clicker”, um dispositivo que emite um som de clique quando pressionado. O som do clique funciona como um reforço positivo quando o gato realiza um comportamento desejado.

Para entender melhor essa técnica, você pode assistir a tutoriais em canais como “Cat School Clicker Training”  ou acompanhar práticas de treinamento com clicker no canal de Jackson Galaxy

Dicas Básicas para o Adestramento de Gatos

Para facilitar as interações entre tutor e pet durante o treinamento, algumas dicas podem ajudar:

  • Realize sessões curtas de treinamento, não excedendo 10 minutos, e no máximo 3 vezes ao dia, para evitar que o gato fique entediado.
  • Respeite o limite do animal; se ele se cansar ou perder o interesse, não insista.
  • Não exagere nas recompensas alimentares, pois o estômago dos animais é pequeno. Além disso, se o animal estiver com o estômago cheio, ele pode perder o interesse pela atividade.
gato brincando com a mao do tutor
Foto de Crina Doltu: https://www.pexels.com/pt-br/foto/dedo-de-pessoas-que-mordem-gato-1202481/

Socialização e Paciência

Socializar gatos desde filhotes é o ideal para garantir que eles se sintam à vontade em várias situações e com outras pessoas e animais. O mesmo princípio se aplica ao treinamento. Embora treinar gatos adultos possa ser mais desafiador, não é impossível.

É importante considerar também que cada gato possui uma personalidade única, e alguns podem ser mais receptivos ao adestramento do que outros. Portanto, a paciência e a consistência nas atividades são essenciais, sempre respeitando a vontade do animal.

Divirta-se com o seu pet

Realizar sessões de adestramento pode fortalecer o vínculo entre você e seu gato, corrigir comportamentos indesejados e proporcionar momentos divertidos e cheios de aprendizado mútuo. Aproveite e que seja um período divertido para ambos.

 

REFERENCIAS

Elisa F Cruz

Escrever sobre animais é um hobbie e uma diversão. Sempre me intriga as perguntas que as pessoas têm sobre seus bichinhos de estimação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *