Gato

Por que os gatos amassam pãozinho? Os mistérios por trás do comportamento

Se você é um bom observador de gatos, certamente já presenciou essa cena adorável: seu felino esticando as patas dianteiras e amassando suavemente uma coberta, como se fosse um padeiro sovando a massa de um pão. Chamamos esse comportamento de “amassar pãozinho”. Mas por que os gatos fazem isso? É uma questão que intriga muitos entusiastas no universo dos gatos, por isso hoje vamos explorar esse comportamento peculiar dos felinos e desvendar os mistérios por trás desse comportamento de amassar pãozinho.

O instinto felino: Uma herança dos ancestrais selvagens

Antes de mergulharmos nas teorias que tentam explicar o comportamento, é importante entender que os gatos são criaturas incrivelmente instintivas. Embora muitos deles vivam confortavelmente em nossos lares e sejam considerados animais domesticados, os gatos ainda carregam consigo uma série de comportamentos enraizados, herdados de seus ancestrais selvagens.

Uma conexão com a amamentação

Uma das teorias mais aceitas sobre o motivo pelo qual os gatos amassam pãozinho remonta à sua infância. Quando os gatinhos amassam pãozinho nas glândulas mamárias da mãe, ocorre a liberação de hormônios maternos que estimulam a liberação do leite. Essa ação também ajuda os gatinhos a se sentirem confortáveis e seguros durante a amamentação.

Além disso, o amassar pãozinho é um comportamento observado mesmo em gatinhos recém-nascidos, sugerindo que é inato, ou seja, não é um comportamento aprendido, mas sim algo com o qual os gatinhos nascem sabendo.

Desmame precoce: Uma possível consequência

gatinho filhote sozinho
Foto de George Bonev na Unsplash

Como mencionamos anteriormente, o ato de amassar pãozinho é um comportamento natural e importante para os gatinhos recém-nascidos. No entanto, surge a questão: por que alguns gatos continuam a manifestar esse comportamento mesmo quando adultos? Uma das teorias que busca explicar esse fenômeno é o desmame precoce.

A separação precoce dos filhotes da mãe, antes de completarem dois meses de vida, pode acarretar consequências negativas para seu desenvolvimento. Por exemplo, os gatinhos podem não ter tido tempo suficiente para aprender completamente os comportamentos sociais e habilidades necessárias para se tornarem gatos adultos saudáveis e equilibrados. Isso inclui a capacidade de se acalmarem e de lidarem com o estresse de maneira eficaz. Assim, o ato de amassar pãozinho pode persistir na fase adulta como uma forma de autoconforto.

Além disso, a separação precoce da mãe pode resultar em lacunas na socialização dos gatinhos, afetando seu comportamento ao longo da vida. Isto é, gatos que não foram devidamente socializados com outros gatos e humanos durante as primeiras semanas de vida podem desenvolver comportamentos indesejados, como ansiedade e agressividade.

Marcação de território e relaxamento

Algumas teorias sugerem que amassar pãozinho está relacionado à marcação de território. Os gatos possuem glândulas odoríferas nas almofadas das patas, e ao amassar uma superfície, liberam odores únicos, marcando seu território e comunicando sua presença a outros gatos.

Além disso, o ato de amassar pãozinho pode ser uma experiência sensorial relaxante para os gatos. As almofadas das patas dos gatos são altamente sensíveis, e amassar uma superfície macia pode proporcionar uma sensação agradável de pressão e textura.

Uma manifestação de carinho

gato amassando paozinho
Foto de Christin Hume na Unsplash

Além de todos os aspectos instintivos e sensoriais, o amassar pãozinho também pode ser uma forma de os gatos demonstrarem carinho pelas pessoas com quem possuem vínculos afetivos. Muitos gatos associam o ato de amassar a momentos de interação positiva com seus tutores, como receber carinho, serem alimentados ou simplesmente desfrutar da companhia do seu humano.

E para terminar…

Vimos que os gatos amassam pãozinho por uma variedade de razões, desde instintos relacionados à amamentação até formas de comunicação, relaxamento e demonstração de afeto. Esse comportamento encantador é parte da natureza dos felinos e é uma das muitas maneiras pelas quais eles nos mostram seu amor e conforto.

Portanto, na próxima vez que você flagrar seu gato amassando pãozinho, aproveite esse momento especial de conexão com seu felino. Reflita sobre as teorias que explicam esse comportamento e descubra qual delas parece se encaixar melhor com a personalidade do seu gato. E não deixe de compartilhar conosco suas experiências nos comentários!

Elisa F Cruz

Escrever sobre animais é um hobbie e uma diversão. Sempre me intriga as perguntas que as pessoas têm sobre seus bichinhos de estimação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *