Categorias
Generalidades

Maior cobra do mundo: Nova espécie de Sucuri é descoberta na Amazônia

Em meio às filmagens do documentário “Pole to Pole” da National Geographic, uma surpresa colossal aguardava os pesquisadores: a maior cobra do mundo foi avistada na Amazônia! Essa super estrela das serpentes, conhecida como sucuri verde, foi flagrada pelo professor Dr. Freek Vonk, que compartilhou as incríveis imagens de sua aventura com o gigantesco réptil.

A Sucuri Verde

As sucuris são cobras gigantes que vivem principalmente na América do Sul. Elas adoram nadar e são muito conhecidas por serem enormes! Com seus olhos e narinas na parte de cima da cabeça, elas podem ficar debaixo d’água e esperar suas presas. As sucuris se alimentam de peixes, aves e até mamíferos que vivem perto da água. A mais famosa é a sucuri verde, que é uma das maiores cobras do mundo.

Mais sobre a maior cobra do mundo

O professor Vonk compartilhou as imagens dele mergulhando tranquilamente ao lado da enorme descoberta. Segundo ele, a Sucuri tem a largura de um pneu de carro, mede cerca de 8 metros de comprimento e pesa em torno de 200 kg! Uma verdadeira maravilha da natureza que deixa qualquer um de queixo caído. E pasmem, relatos locais sugerem que existem cobras ainda maiores, com mais de 500 kg! É de deixar qualquer um impressionado.

Repensando a classificação das Sucuris

Quando nos deparamos com animais tão extraordinários, é natural querermos descobrir sua espécie. No começo, os cientistas pensaram que essa cobra gigante era uma sucuri verde (Eunectes murinus), mas uma pesquisa conduzida com o apoio de 15 cientistas mostrou que ela era geneticamente diferente. Por isso, decidiram separar a espécie de sucuri verde do Sul (Eunectes murinus) da recém-descoberta sucuri verde do Norte (Eunectes akayima).

Desafios na classificação das Sucuris

Essa nova descoberta está fazendo os cientistas repensarem até mesmo a classificação de outras espécies de sucuris amarelas. Isso porque, mesmo que muitas dessas espécies pareçam semelhantes, geneticamente elas podem ser diferentes e representarem novas espécies. Por isso, é necessário novos estudos para entender melhor essas espécies, principalmente em lugares com uma diversidade tão grande de animais como na América do Sul.

A importância da proteção do habitat

O professor Vonk também chamou a atenção do público sobre a grande pressão na Amazônia, por conta das mudanças climáticas e do desmatamento. Segundo ele, mais de um quinto da floresta Amazônica já desapareceu, e a sobrevivência das sucuris gigantes e das outras espécies está intimamente ligada à proteção do habitat onde essas espécies moram.

Estilo Casual de Mergulho

A cobra em si é surpreendente, mas o professor está chamando atenção nas redes sociais, não apenas por causa do réptil gigante, mas também por seu estilo incomum de traje de mergulho. Alguns comentários engraçados surgiram, como “esqueça a cobra, por que ele está usando roupas casuais debaixo d’água?” ou “ele parece estar fugindo da escola!”. Houve até quem dissesse que ele estava mergulhando como um banqueiro em um coquetel ao pôr do sol! O professor achou os comentários divertidos e compartilhou alguns em sua conta no Instagram, incentivando outras pessoas a compartilharem suas primeiras impressões ao assistir ao vídeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sair da versão mobile